E-book Intercâmbio Feminista: o fim do projeto!

Esse site só existe, como já contamos aqui, graças ao financiamento coletivo para o projeto Intercâmbio Feminista. O dinheiro que arrecadamos, além de bancar a viagem da Renata para Londres para encontrar a Helô e dar andamento nas entrevistas, também foi usado para fazer esse site. Mas também prometemos mais uma coisa para finalizar o projeto: um e-book. Um livro que contasse mais sobre a nossa semana em julho de 2018.

E esse livro está aqui! Feito a quatro mãos, ele vai além das entrevistas com as ativistas londrinas (que você pode ver aqui ou escutar aqui): nele, abrimos nossos corações e contamos como foi essa imersão feminista. Apresentamos também as mulheres e ONGs que conhecemos, abordamos as temáticas recorrentes das conversas e dividimos as lições que aprendemos no trajeto.

BAIXE SEU EXEMPLAR

Assim, podemos encerrar o Intercâmbio Feminista. Um final feliz, que a gente espera que nos traga muitos outros começos. Queremos continuar cumprindo (e aprimorando) nosso papel de comunicadoras feministas, e o aprendizado adquirido em mais de um ano de Intercâmbio (contando desde o momento que colocamos o financiamento coletivo no ar, em dezembro de 2017, até hoje, dia do lançamento desse livro) é um degrau imenso que subimos em direção ao um feminismo pedagógico e inclusivo.

Baixe seu exemplar, mande para amigas, familiares, colegas de trabalho. Espalhe em suas redes sociais, use seus grupos de Whatsapp e Telegram. Fale, fale, fale. Contamos com vocês para que a história dessas ONGs e dessas mulheres atinja muita gente Brasil afora.

E deixa aqui seu comentário falando o que achou do projeto e do e-book!

Ps: Se você apoiou o projeto, seu nome está no e-book! Muito obrigada

Nosso 2018

2018 foi definitivamente um ano intenso, pesado, e a impressão é que foi também apenas uma amostra da batalha que nos aguarda nos proximos anos. Mas pra gente também foi um ano de transformação: conquistas acadêmicas,  reconhecimento de colegas ativistas, açõs interessantes nas redes sociais e, estranhamente, uma tranquilidade que vem com a experiência de fazer ativismo já há alguns anos. Juntamos aqui alguns desses momentos mais marcantes, para sempre podermos olhar pra trás e sabermos como construimos nosso caminho.

Muito obrigada pela companhia nesse ano!

Financiamento coletivo

Começamos o ano na metade do nosso financiamento coletivo para o Intercâmbio Feminista. Janeiro foi praticamente inteiro dedicado a promover a campanha chegar na meta mínima, que era de R$9,000. Atingimos a meta antes do final da campanha e conseguimos bater a segunda meta, de R$12,000. Depois do fechamento do financiamento, começamos a nos preparar para o projeto, que tomou forma em julho (leia mais aqui).

Mês das mulheres

Em vez de celebrarmos o dia internacional da mulher no 8 de março, resolvemos celebrar o mês todo! Fizemos algo bem diferente no canal: convidamos colaboradoras e colocamos no ar um vídeo por dia, todos os dias de março. Cada colaboradora falou de algum tema de seu interesse (deixamos a escolha livre para elas). Os 31 vídeos (todos curtinhos) estão aqui.

Intercâmbio feminista

O Intercâmbio Feminista certamente foi a coisa mais incrível que a gente já fez nos nossos três anos de existência. A gente já sabia que conversar com ativistas feministas da Inglaterra seria de um aprendizado imenso, mas acabou superando todas as nossas expectativas. Em uma semana de muito calor em Londres, no mês de julho, rodamos a cidade com a mochila nas costas para conversar com 10 mulheres. Terminamos a semana exaustas (mentalmente e fisicamente) mas também anestesiadas de emoção. Todas as entrevistas estão disponíveis (a maior parte delas já está com legenda em português, terminaremos esse processo nos próximos meses).



Painel Chega de Fiu Fiu em Londres

O documentário Chega de Fiu Fiu foi exibido na embaixada do Brasil em Londres, e ao final da exibição a Helô mediou um painel com outras 3 participantes pra falar do impacto do filme e responder perguntas da audiência. Esse evento foi organizado pela Helô, que entrou em contato com a embaixada, conseguiu o filme com legenda e chamou as 3 panelistas! Foi muito bacana conhecer mulheres brasileiras e inglesas interessadas em falar sobre assédio.

Simpósio em Salamanca

Em julho, logo depois que rolou o Intercâmbio Feminista, a Renata participou de um Simpósio de ‘Gêneros, gerações e violências: Investigações sobre América Latina e Caribe’, que aconteceu na Universidade de Salamanca, na Espanha. Foi uma oportunidade de apresentar o projeto de pesquisa do mestrado dela, que pretende analisar o impacto das narrativas feministas da internet na cobertura da mídia tradicional dos casos de violência doméstica.

Derrubando argumentos anti-feministas

A ideia para essa nova série de vídeos veio de vocês: percebemos que muitas das perguntas que recebemos eram parecidas. Dúvidas genuínas sobre como responder a questionamentos anti-feministas. Os vídeos dessa série são curtos, e cada um responde um argumento anti feminista de forma didática e direto ao ponto. Essa série não tem data pra acabar e continuará em 2019. Até agora foram cinco vídeos, clique aqui para assistir.



Entrevistas com candidatas

Demos continuidade a série que começanmos em 2016, Conexão Política. Essa série consiste em entrevistas com mulheres candidatas a cargos políticos ou envolvidas com campanhas políticas. Em 2016 entrevistamos candidatas a vereadoras. Esse ano foram candidatas a deputadas (estadual  e federal). Falamos com nove candidatas e também com as idealizadoras da campanha Meu Voto Será Feminista. Foram conversas engrandecedoras pra gente, e também muito emocionantes. E o melhor: algumas dessas candidatas foram eleitas!



Hysteria

A Hysteria, como a Conexão Feminista, é uma plataforma de conteúdo digital feita por mulheres. A ideia é destacar produções culturais com uma lente feminista, e por isso a gente deu pulos de alegria quando elas entraram em contato propondo uma parceria. Agora, nossos bate papos em podcast ‘moram’ lá na Hysteria também. E por que isso é legal? Porque temos a possibilidade de atingir pessoas que não nos conheciam, ampliando assim nossa voz e nosso conhecimento.

#16diasdeativismo

Nossa última ação de 2018 foi cultural: durante os 16 dias de ativismo (entre 25/11 e 10/12) demos dicas feministas de filmes, livros, artistas e músicas. Cada uma dessas dicas foi postada na nossa página do Facebook. Acesse o álbum para ter acesso a todas elas.

Intercâmbio Feminista: nossas apoiadoras e apoiadores

O Intercâmbio Feminista só foi realizado por causa do apoio de 176 pessoas, que juntas arrecadaram R$12.330,00! Queremos deixar aqui o nome de todas essas pessoas e mais uma vez agradecer por acreditarem no trabalho que a gente faz. Volta e meia a gente questionava se a ideia de realizar esse projeto era interessante para alguém, e então lembravámos dessas 176 pessoas. MUITO OBRIGADA! A lista está em ordem alfabética e utilizamos os nomes cadastrados na Benfeitoria (plataforma que utilizamos para fazer o financiamento coletivo).
Aline Hack
Aline Lickel Pimentel
Amanda Costa Laranjeira
Amelia do Vale
Ana Beatriz Freccia Rosa
Ana Franco Zacchello
Ana M D Oliveira
Ana Olandim
Ana Paula Farias
Ana Rodrigues
Ana Senn
Anathalia Santos
Angélica Kalil
Anna Connors
Aracele Garcia
Aurelio Righetto
Barbara Axt
Bettina Monteiro Buelau Cogo
Camila Marim
Camila Bertolini
Camila Mafioletti Daltoé
Camila Navarro
Camila Picolli
Carina Dittrich Balvedi
Carla Zobaran
Carmem Almeida
Carol Akemi
Carol Borba
Carol May Rodrigues
Carolina Iegami
Catarina Rangel Gomes da Silva
Chico Bicudo
Chris Lima
Cintia Bailey
Clarissa Donda
Clarissa Martinelli Comim Cassol
Claudia Beatriz
Claudia Senlle
Cris Lustosa
Cristina Guindani Goncalves
Cristina Rosa
Cátia Soares Ferreira
Dani Alcantara
Dani Lima
Daniel Duclos
Daniela Julião
Danielle Fullan
Debora Cardoso Severo
Debora Regina Durek Biniara
Denise guimaraes
Denise Somera
Débora Foresti
Débora Raduenz
edson augusto silva coutinho
Elisabeth Felix Goutal
Eneida Dias Vianna Braga
Fernanda Gonzales Rodrigues
Fernanda Inouye Miura
Fernanda Martins de Siqueira
Flavia Koetz
Francielle Carpenedo
Gabriel Britto
Gabriela Cardoso Gianoti
Gabriela Cesca de Souza Moreira Waltenberg
Gabriela Goncalves
Gabriela Ribeiro de Almeida
Gabriela Righetto
Giovania Reis
Gisele Muniz
Giuliana Bonanno Schunck
Giulliano Costa Ribeiro
Gracia Maria Guimarães Cardeal Pastoriza
Grazielle Paim-Nieminen
Guilherme Ribeiro
Helena Fernandes
Heloisa Righetto
Indra Filgueiras
Isabela Discacciati
Isadora Dawson
Ivana Righetto Moser
Jackeline Mota
Janara Reder Woehl
Jaysa de Assis Barbosa
Jessica Gabellini
João Pimentel
Juliana Fleig Bueno
karine marselle fontes
Karine Porto
Leandro Antoniasse
Leticia Dáquer
Lidia Aleixo
Liliana Carneiro
Lillian Brandão
Livia Carlini Schmidt
Livros Infantis em Londres
Luci Chiovetto Vasconcellos
Lucia Guimarães
Luciana Bordallo Misura
Luíza Antunes
Marcela Alves
Marcie Grynblat Pellicano
Mari Campos
Maria Elisabeth Righetto
Maria Eugenia Santos
Mariana Fauth Piana
Mariana Laudeauser Coelho
Mariana Martins
Marianna Araujo
Marianna Brito
Marianne Maeda
Marilia Cichini
Marina Cardoso Del Monte
Marina El Tayar
Marjory Ohrel
Marla Rodrigues
Martin Descalzi
Martinha Andersen
Marília Senlle
Mayra Aiello Correa de Oliveira
Mayra de Freitas Centelhas Martinelli
Mayra Jinkings
Maíra Wenzel
Melissa Reis Adamo Rossi
Mirella Matthiesen Peixoto
Naia Aiello
Nara Paiva
Natalia Itabayana Junqueira de Mattos
Natasha Schiebel Brotto
Natália Fideles Barbosa Miranda
Natália Gastão
Nelson Berndt
Nicole Rezende da Costa
Nicole Silva
Paola Madrid Sartoretto
Patricia Guerra
Patricia Mota
Patricia Platinetti Mazaro
Patricia Vassib
Patricia Vieira
Patrícia Castellem Strebe
Paula Brum
Paula Sauer
Pollyanna Teixeira
Priscila Dexheimer
Priscila Pivatto
Priscila Reder
Queilita Alves de Almeida Lima
Rachel Guedes
Raphaella de Assis Perlingeiro
Raquel Sol
Renata Centelhas
Renata Garcia Senlle
Renata Garrido
Renata Gomes de Castro
Renata Rezende
Renata Toledo Piza de Mendonça
Rita Branco
Rosemar Woehl
Sandra Sobral Carvalho
Sarah Penteado
Scheyla Englert
Segredos de Londres
Simone Guedes
Sophie Zago
Susan Ferreira
Sónia Gonçalves
Tamara Ol
Tania Pereyra
Tathj Watzl
Tatiana Chistotkin
Tatiana Marques
Tatiana rocha marmo
tereza meirelles albuquerque
Thais Lima
Thaís Nascimento
Thiago Medeiros
Tiago Carvalho
Valentina Xavier Jacome
Vanessa Almeida
Vilma
Vivi Lescher

Intercâmbio Feminista: a semana do projeto

Até a semana interior da chegada da Renata em Londres para a realização do projeto, a agenda de entrevista com as ONGs não estava completamente definida. Algumas confirmações foram feitas depois de muitas trocas de emails, outras foram canceladas, novos contatos realizados. E até mesmo durante a semana do projeto, um ou outro ajuste teve que ser feito, afinal estávamos em contato com mais de 10 ativistas de diferentes campanhas e ONGs.

Quando saímos na manhã da segunda feira para a primeira entrevista, que foi com a idealizadora do Vagina Museum, a gente não tinha ideia de como a semana desenrolaria. Mas no fim do mesmo dia, apenas o primeiro dia e já com três entrevistas realizadas, a gente já sabia que estava passando por uma transformação e tendo uma oportunidade única, valiosa e engrandecedora.

O que a gente não previu foi o desgaste físico. Claro que o emocional também foi impactado, mas o otimismo e compromisso das mulheres que conhecemos acabou balanceando isso. A parte física, de cruzar a cidade carregando equipamento, durante uma semana de verão com altas temperaturas em Londres, foi somando a cada dia. Por isso, quando dois cancelamentos abriram uma janela pra descanso no meio do caminho, não achamos ruim!

Chegou  a sexta feira, último dia de entrevistas, e fechamos com chave de ouro: conversando com a LAWA e a LAWRS, duas ONGs que trabalham pelo bem estar das mulheres latinas em Londres. A última conversa foi com uma brasileira, a única das 10 entrevistas que não foi em inglês!

Apesar da sensação de missão cumprida que sentimos ao finalizar o ciclo de entrevistas, também começamos a sentir uma saudade, um pequeno vazio. Afinal, não é sempre que nós duas temos a oportunidade de passarmos uma semana juntas, praticando nosso feminismo e crescendo como ativistas. Uma imersão dessas a gente não sabe quando vai acontecer de novo!

Todas as entrevistas foram disponibilizadas ao longo da semana no canal e também como podcast. Você pode acessá-las aqui no site mesmo, clicando aqui para vídeo e aqui para podcast.

No momento estamos no processo de legendar todas as entrevistas e começar a escrever o ebook, que trará ainda mais detalhes sobre o Intercâmbio. Enquanto isso, assine o canal e acompanhe os novos hangouts!

Intercâmbio Feminista: preparativos

Há aproximadamente um ano, a gente teve uma ideia: e se a gente pudesse conhecer e entrevistas outras mulheres ativistas feministas pelo mundo? Já que ‘conexão’ está no nosso sangue, seria incrível poder reforçar essa ideia de construir pontes não apenas com outras mulheres que trabalham pelo e para o feminismo, mas também entre elas e as pessoas que acompanham o nosso trabalho – o nosso público amado que nos assiste, nos escuta e interage com a gente nas redes sociais.

Resolvemos afinar a ideia e decidimos que seria bacana começar pelo Reino Unido. Afinal, uma metade da Conexão Feminista já mora lá. Então, na prática, seria assim: a Renata viajaria para Londres pra encontrar a Helô e por lá nós conversaríamos com ONGs e ativistas não apenas na capital, mas pelo resto do país. Essas conversas seriam transmitidas ao vivo no nosso canal, da maneira que já fazemos os hangouts, e depois se tornariam podcasts. O objetivo? Conhecer os diversos recortes do ativismo feminista no Reino Unido e mostrar para nossa audiência no Brasil que há sim misoginia, patriarcado e desigualdade no ‘primeiro mundo’. Mas também queríamos aprender com essas mulheres, queríamos nos inspirar, dividir soluções e ideias para seguir na luta.

Resolvemos então montar uma campanha de financiamento coletivo para fazer o Intercâmbio Feminista sair do papel. Gravamos vídeo, explicamos tim tim por tim tim o que seria feito com o dinheiro arrecadado, bolamos recompensas e colocamos a campanha no ar no final de novembro de 2017.

E qual foi a nossa surpresa quando a campanha arrecadou 20% da meta mínima em 10% do tempo? Tivemos um início de campanha forte, com muitas doações e apoio de amigas e de mulheres e homens que conhecemos por causa da Conexão. A arrecadação seguiu bem, e conseguimos chegar na meta mínima de 9 mil reais antes do fim do prazo. O Intercâmbio iria acontecer!

Na reta final do financiamento conseguimos bater a segunda meta, de 12 mil reais. Foram 176 apoiadores no total! 176 pessoas que acreditaram na gente. Até hoje a gente se belisca para acreditar. Foi por causa da segunda meta, aliás, que conseguimos fazer esse site!

Financiamento encerrado, era então hora de começar a planejar a execução do projeto e correr com as entregas de recompensas. As duas coisas correram em paralelo: a Renata gerenciou todas as entregas de recompensa no Brasil e começou a ver as passagens para Londres para fecharmos as datas, e a Helô gerenciou as recompensas para o resto do mundo (tivemos apoiadores até no Japão!) e entrou em contato com ONGs e ativistas.

Nesse meio tempo, entre o fim da campanha e o começo do projeto, a gente já conseguiu se dar conta de algumas coisas: por causa do valor da Libra Esterlina seria impossível viajar pelo país e teríamos que nos concentrar em Londres; as ONGs não podiam fechar compromisso com muita antecedência, e algumas ativistas nem escritório tinham. Ou seja, algumas entrevistas teriam que ser gravadas em vez de transmitidas ao vivo no canal. Isso já foi um grande aprendizado: nos demos conta de que não podemos esperar que outras pessoas, ainda que feministas e ativistas como nós, trabalhem a nossa maneira. Éramos nós que precisaríamos nos adaptar a elas.  E assim foi…

Continua no próximo post!