É “A” Conexão Feminista

Por Helô Righetto

O primeiro texto que foi publicado nesse site, dia 23 de julho de 2018, é sobre machismo na linguagem. Foi um texto que escrevi originalmente para o (agora descontinuado) jornal Brasil Observer, e que acabou não sendo publicado. Eu sou muito interessada nesse tema, em como a gente expressa machismo na maneira que falamos/escrevemos. Nosso vocabulário é super machista e é difícil demais mudar isso. Uma pequena mudança que nós duas, Heloisa e Renata, fizemos, foi parar de falar sobre a Conexão Feminista usando artigo masculino. Não chamamos a Conexão de “o” Conexão Feminista, e sim de “a” Conexão Feminista. Parece um detalhe bobo, mas no começo foi bem difícil a gente virar essa chave. Até nos acostumarmos parecia que estavamos cometendo uma gafe gramatical. Ninguém mais além de nós duas se refere a Conexão Feminista assim. Sempre recebemos mensagens de pessoas que nos assistem, escutam ou nos seguem nas redes sociais e que nos mandam links e depoimentos com o seguinte comentário: “lembrei do Conexão quando vi isso”. É realmente algo tão corriqueiro que demora pra gente perceber o quanto é importante. A Conexão gosta de ser ela. Um passinho pequeno para o feminismo (a feminismo?) mas um grande avanço pra gente desconstruir o machismo nosso de cada dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *